11 novos apoios para o seu negócio no Porto

11 novos apoios para o seu negócio no Porto
16 Dezembro 2020
11 novos apoios para o seu negócio no Porto
Na última semana, os apoios Covid-19 para empresas foram reforçados pelo Governo português e pelo Município do Porto. Já conhece as últimas medidas?

Entre novos apoios anunciados e alterações às medidas existentes, destacamos 11 novidades para tomar nota:

Apoios ao emprego
1. Apoio à retoma progressiva prolongado até junho de 2021 e alargado a sócios-gerentes.

2. Novo apoio simplificado vai oferecer 1.330€ por trabalhador (2xSMN) às microempresas com quebras de faturação superiores a 25%.

Financiamento a fundo perdido
3. Programa APOIAR.pt alargado a empresários em nome individual (financiamento até 3.000€), a médias empresas (até 100.000€) e a empresas com dívidas à AT e SS.

4. Programa APOIAR Rendas vai dar até 2.000€ por mês para o pagamento de rendas comerciais.

Financiamento a crédito
5. Linha para a indústria exportadora alargada a empresas do turismo, vai disponibilizar 4.000€ por trabalhador (20% a fundo perdido).

6. Linha para empresas de eventos vai disponibilizar 4.000€ por trabalhador (20% a fundo perdido).

Medidas fiscais
7. Execuções da AT e SS ficam suspensas até março de 2021.

8. Pagamentos de IVA no primeiro semestre de 2021 poderão ser adiados, com possibilidade de pagamento em 3 ou 6 prestações sem juros.

Medidas municipais
9. Vouchers "desconto Porto.” para o comércio de rua oferecem 2€ por cada 20€ em compras e 2h de estacionamento grátis na Baixa do Porto, durante a época festiva.

10. REURB 2020 prolongado até junho de 2021, reduz taxas urbanísticas em 50% e tempos de tramitação para metade.

11. Atendimento especializado da linha Revitaliza Porto. já ajudou 130 empresas e investidores a encontrar apoios para superar a crise.


Pode encontrar mais informação, em permanente atualização, sobre estas e outras medidas de apoio disponíveis para a comunidade de negócios do Porto na página Incentivos Covid-19 publicada no site da InvestPorto.

A nova linha atendimento Revitaliza Porto também está disponível para expor os seus problemas, esclarecer dúvidas, pedir conselhos a especialistas e obter informações sobre as últimas medidas de apoio mais importantes para o seu negócio.

O acesso é simples, seguro e gratuito. Para submeter um pedido de apoio basta responder às perguntas de diagnóstico online ou telefonar para o número 220 100 220 da Linha Porto. e selecionar a opção 4. Após submeter o pedido, uma equipa multidisciplinar irá procurar as respostas mais adequadas para o seu caso e contactá-lo de volta.

Em menos de 1 mês, este novo serviço da InvestPorto já recebeu pedidos de 123 empresas locais e de 7 investidores, portugueses e estrangeiros, com projetos de investimento no Porto.

Incentivos e apoios ao investimento, financiamento, apoios municipais e apoios ao emprego são alguns dos tópicos que têm registado maior interesse nos pedidos recebidos.

No total até à data, os agentes económicos que solicitaram apoio à Linha Revitaliza Porto. representam mais de 600 postos de trabalho e 35M€ em volume de negócios anual pré-pandemia. Os projetos de investimento apoiados têm o potencial de investir mais de 2M€ na cidade e de criar pelo menos 130 novos postos de trabalho.

O modo como a pandemia está a afetar a tecido económico do Porto reflete-se na adesão à linha Revitaliza Porto. 98% dos pedidos efetuados por empresas com atividade na cidade estão relacionados a Covid-19.

O perfil das empresas que solicitaram apoio mostra que estão em causa, sobretudo, micro e pequenas empresas com uma existência relativamente recente: 99% dos pedidos foram submetidos por micro ou pequenas empresas e mais de um terço por empresas com menos de 5 anos.

89% das empresas que já recorreram à Linha Revitaliza Porto. concentram-se nas atividades de turismo, hotelaria, restauração ou no comércio. Este dado reflete as grandes quebras que a crise pandémica está a causar nestas atividades.

Os últimos dados da SIBS Analytics indicam que o valor total das operações com cartões MB em estabelecimentos de Turismo, Hotelaria e Restauração na cidade do Porto caiu 65% entre março e novembro de 2020, quando comparado ao mesmo período em 2019, enquanto que a queda no consumo em geral não terá ultrapassado os 30%.

No setor do comércio, as perdas foram sentidas sobretudo nos estabelecimentos de retalho especializado em bens não essenciais. Em particular, nos estabelecimentos de moda e vestuário, com uma quebra de 47% entre março e novembro deste ano. Por outro lado, o retalho de bens essenciais e o comércio tradicional terão registado um aumento de atividade face a 2019, com ganhos de 8% e 12% nos últimos 9 meses, respetivamente.

A InvestPorto continua a monitorizar a evolução dos efeitos locais da Covid-19 e a trabalhar para apoiar a comunidade de empresas e investidores da cidade.

Não hesite em contactar-nos através da Linha Revitaliza Porto. para obter mais informação e apoio personalizado, de forma segura e gratuita.

Porto. Câmara Municipal
Copyright ©2021 Porto. Câmara Municipal
InvestPorto