Notícias

Cidade Inteligente
21 Julho 2020
Porto integra lote de cidades inteligentes para iniciativa europeia

A Comissão Europeia lançou uma iniciativa para transformar mais de 120 cidades em centros urbanos inteligentes e sustentáveis, e o Porto é uma das referências a ser seguida.

Através do programa "100 Intelligent Cities Challenge" a Comissão Europeia irá apoiar a implementação de estratégias de inovação e desenvolvimento tecnológico em 124 cidades, e o Porto é um dos exemplos escolhidos como referência. A cidade Invicta faz parte do grupo de dez cidades-mentoras, juntamente com Barcelona, Amesterdão, Antuérpia e Singapura, entre outras. 

As 124 cidades escolhidas pela Comissão Europeia para receber este apoio já são conhecidas, numa lista da qual fazem parte capitais como Roma, Budapeste, Bratislava, Sófia e Zagreb, para além de duas cidades portuguesas, Guimarães e Valongo, que vão desenvolver os seus planos de ação com o apoio das cidades-mentoras.

Esta iniciativa da Comissão Europeia pretende apoiar as cidades-participantes em áreas como a mobilidade, transição energética, formação e capacitação dos recursos humanos, gestão de crises, segurança e saúde, sendo que o trabalho desenvolvido terá sempre como base a tecnologia e as ferramentas de apoio à transição digital. Tendo como principal objetivo contribuir para uma sociedade mais sustentável e socialmente responsável, o programa terá a duração de 30 meses e incluirá mais de 100 dias de ações de trabalho conjunto entre as cidades-participantes e as cidades-mentoras.

Com a participação nesta ação, o Porto poderá partilhar o trabalho que tem sido desenvolvido, mas também explorar novas oportunidades de colaboração com municípios que têm liderado o processo de transição digital na Europa. Esse é um dos pilares de desenvolvimento definidos pela Comissão Europeia, não só no contexto das várias medidas de mitigação da pandemia de COVID-19, mas, acima de tudo, para uma fase de recuperação e de desenvolvimento futuro.

A participação do Porto no programa "100 Intelligent Cities Challenge" será coordenada pela Associação Porto Digital, e enquadra-se na estratégia do Município para o desenvolvimento da infraestrutura tecnológica da cidade, nomeadamente dos investimentos planeados para expansão da rede de fibra ótica, a expansão da rede Wi-Fi gratuito "Porto. Free Wi-Fi" - que desde 2018 já registou mais de 2,5 milhões de dispositivos ligados - e, ainda, os investimentos em ferramentas de apoio à decisão baseados em recolha e análise de dados.

A ação da Porto Digital será ainda relevante no contexto da partilha de conhecimentos relacionados com as oportunidades económicas na área das cidades inteligentes, nomeadamente o desenvolvimento de oportunidades para startups.

Este trabalho tem sido efetuado em múltiplos projetos liderados pela Porto Digital, do qual é exemplo o memorando "Join, Boost and Sustain", assinado em fevereiro de 2020 no Porto, durante o Fórum das Cidades, organizado pela Comissão Europeia, e que contou como apoio do Município. Esse memorando, que tem o presidente Rui Moreira como um dos embaixadores, reúne dezenas de autarcas de toda a Europa em torno do objetivo de potenciar a criação de valor económico com base em soluções tecnológicas para cidades, e será uma das bases para o trabalho agora proposto.


Copyright ©2020 Porto. Câmara Municipal