Notícias

Centro de Serviços Partilhados
08 Julho 2021
Porto no radar dos centros de serviços partilhados
Vida Imobiliária

Portugal consolida-se como um mercado atrativo para a implementação de empresas internacionais, devido a fatores como a sua localização estratégica, qualidade dos recursos humanos nacionais, clima de estabilidade política e paz social, infraestrutura robusta de conectividade e inovação e transição digital.

Esta é uma das conclusões do estudo "Portugal no Radar dos Business Service Centres (BSC): a Atratividade do Mercado Imobiliário, Edição 2021", elaborado pela Savills, que destaca como prova dessa atratividade o reconhecimento de vários prémios internacionais, que "têm colocado Portugal como um destino de eleição para o investimento em múltiplos setores, especialmente por parte de investidores estrangeiros, que demonstram um crescente interesse em posicionarem-se no nosso país". Destaca também o sistema de educação, com cada vez mais instituições reconhecidas internacionalmente.

Os centros de serviços partilhados estão a crescer, dando resposta à necessidade das empresas de otimizar recursos, assegurando níveis de produtividade máximos com custos mais competitivos, salvaguardando a qualidade do processo produtivo.

Segundo a Savills, o nosso país tem um total de 175 centros deste género. Dados da AICEP mostram que, nestes centros, 85% dos colaboradores são de nacionalidades estrangeiras. Ainda, nos últimos cinco anos, verificou-se uma taxa de crescimento anual de 14 por cento do número de centros no país.

No Porto, a ocupação por empresas tecnológicas é significativa face a outros setores. Uber, Revolut, Prozis ou Farfetch são apenas algumas das empresas que optaram por esta localização. Aumentou o investimento em recursos humanos na região Norte na área da tecnologia, e a Invicta é hoje uma das cidades europeias mais atrativas para visitar, viver e investir.

A Savills prevê a entrada de 100 mil metros quadrados de novos espaços de escritórios no Porto até 2022, num total de 18 projetos: "Este mercado verá crescer o seu stock, assegurando, assim, a sua competitividade face a capitais europeias que se posicionam como destinos com potencial para receber ocupantes internacionais que procuram localizações estratégicas para estabelecerem, relocalizarem ou expandirem os seus centros de operações".

Porto. Câmara Municipal
Copyright ©2021 Porto. Câmara Municipal
InvestPorto