Notícias

Bold
17 Dezembro 2020
Tecnológica Bold vai contratar 70 pessoas até ao primeiro trimestre de 2021
Jornal Económico

A tecnológica portuguesa Bold vai reforçar a equipa no país e avançar com a contratação de 70 trabalhadores até final do primeiro trimestre de 2021 para as áreas de cloud & DevOps (desenvolvimento e operações), programação/desenvolvimento de aplicações, dados e analítica, management consulting e RPA (Robotic Process Automation).

A empresa considera que estas áreas são "chave” e serão "críticas” nos próximos anos para auxiliar as organizações no desenvolvimento do negócio através da criação de infraestruturas cloud-first, da aceleração de processos de transformação e da criação de estratégias digitais para os clientes. É por esse motivo que pretende apostar em perfis especializados.

"Somos uma empresa reconhecida no mercado, o que nos traz a responsabilidade de fazer cada vez mais e melhor. Ainda que estejamos atentos à evolução do mercado, estas contratações são parte do desafio a que nos propusemos de continuar a crescer, de forma a manter a qualidade das nossas soluções para o cliente”, explica o diretor de operações, Hugo Fonseca.

Fundada em 2009, a Bold tem escritórios no Porto está há dois anos integrada no grupo multinacional Devoteam, que conta com mais de 7.600 colaboradores e um volume de faturação de cerca de 650 milhões de euros.

O diretor executivo da Bold, Bruno Mota prevê fechar o ano com uma subida de 12% nas receitas para 37 milhões de euros. "A pandemia tirou-nos alguns pontos extra face ao nosso orçamento, que foi ligeiramente afetado, mas, ainda assim, continuamos a crescer a dois dígitos e temos boas previsões para o final do ano”, afirmou o CEO.

A Bold vinha de um ano em que a faturação ascendera aos 34 milhões de euros, com as previsões pré-Covid-19 a apontarem para os 40 milhões de euros de receita este ano, mas os efeitos do surto epidemiológico obrigaram a uma revisão em baixa.

Porto. Câmara Municipal
Copyright ©2021 Porto. Câmara Municipal
InvestPorto