Notícias

Critical TechWorks
26 Outubro 2020
Annual Investment Meeting coloca Porto no pódio do investimento estrangeiro e das “smart cities”

O investimento no Porto da Critical TechWorks, a joint-venture entre o grupo BMW e a portuguesa Critical Software, foi distinguido pelos "Investment Awards” da Annual Investment Meeting no Dubai. No mesmo evento, o ecossistema de inovação do Porto foi galardoado com o prémio "The Smart City Innovator Award”. 

O investimento no recém-inaugurado centro de operações da joint-venture no Porto foi considerado o segundo melhor projeto de investimento estrangeiro na Europa do último ano. 

O júri de peritos internacionais dos "Investment Awards” atribuiu esta distinção à cidade do Porto e ao projeto da Critical TechWorks durante uma cerimónia que encerrou a Annual Investment Meeting 2020.

O evento organizado pelo Ministério da Economia dos Emirados Árabes Unidos, reuniu investidores, especialistas e decisores de mais de 170 países. Este ano o fórum decorreu pela primeira vez em formato digital, entre os dias 20 e 22 de outubro.

O investimento da Critical TechWorks no Porto foi distinguido pela sua dimensão, efeitos positivos na economia local e por ser um caso de referência ao nível da digitalização, transferência de conhecimento e sustentabilidade. 

Os "Investment Awards” também reconheceram o papel desempenhado pelos serviços de apoio ao investidor da InvestPorto durante o processo de instalação do novo centro de operações da Critical TechWorks na Baixa da cidade.

A cidade do Porto conquistou ainda o galardão "The Smart City Innovator Award", na categoria "Future Cities", graças ao Porto Innovation Hub, um projeto do Município que integra uma visão global da inovação como fator de progresso da cidade.

Este projeto criado em 2016 pelo Município, através da Associação Porto Digital, procura funcionar como um espaço promotor da co-criação entre cidadãos, colaboradores e dirigentes do Município, contribuindo para uma cultura de inovação na cidade e incentivando o cidadão a assumir o papel de motor de inovação. 

O Município do Porto marcou presença na cerimónia virtual de entrega dos AIM 2020 Investment Awards através do Vereador com o pelouro da Economia, Turismo e Comércio, Ricardo Valente. Na sua mensagem, Ricardo Valente agradeceu à organização da Annual Investment Meeting pela distinção dada a este "feito notável para a cidade do Porto”, frisando que a Critical TechWorks "é um projeto global, graças ao qual teremos o primeiro carro autónomo da BMW feito, em parte, na cidade do Porto”.

O novo centro de operações da Critical TechWorks desenvolve soluções digitais em exclusivo para o grupo BMW. Na área de "enterprise IT”, a Critical TechWorks desenvolve software para a tecnologia de produção e para os sistemas de gestão do gigante automóvel alemão. Na área da conectividade automóvel, a empresa desenvolve software para os automóveis da BMW, desde o sistema de entretenimento a sistemas de condução autónoma, plataformas de gestão de pós-venda e sistemas de gestão de dados.

A joint-venture emprega atualmente mais de 850 quadros altamente qualificados, sobretudo na área das TIC, com uma média de idades a rondar os 31/32 anos. A empresa tem como objetivo terminar o ano de 2020 com 1.000 colaboradores, dois terços dos quais no Porto. Para 2021, a expectativa é alcançar uma equipa com mais de 1.200 pessoas. 

O ritmo de crescimento dos quadros da empresa tem acompanhado a evolução do seu volume de negócios. Em 2018, quando iniciou operações no Porto num pequeno espaço na zona do Campo Alegre, a faturação da Critical TechWorks foi de 3 milhões de euros. Em 2019, disparou para os 32 milhões de euros e em 2020 a empresa prevê alcançar os 57 milhões de euros. 

O volume de investimento da empresa no Porto já ultrapassou os 22 milhões de euros, a que se acrescentam 40 milhões de euros investidos pelo proprietário do antigo Edifício dos Correios, para a reabilitação desta infraestrutura que acolhe o novo centro de operações da joint-venture.

Em agosto, numa entrevista à agência Lusa, o Chief Operations Officer da Critical Techworks, Jochen Kirschbaum, recordou que a escolha de Portugal e do Porto foi o culminar de uma "avaliação muito longa, feita em diferentes mercados, para ver qual o mais adequado”, sendo uma das principais condições "estar perto da Alemanha, porque se pretendia manter uma relação próxima com a sede de Munique”. O Porto acabou por se destacar devido à sua localização, facilidade de ligação à Alemanha e também "devido à estabilidade política, à qualidade da formação superior nas áreas das ciências, matemática e informática e ao nível de inovação em diferentes domínios”.

No balanço dos primeiros anos de atividade da Critical TechWorks, Jochen Kirschbaum garantiu que "a BMW está muito satisfeita com a joint-venture e com o seu nível de performance e de criação de valor”, considerando acertada a escolha do Porto para a concretizar o projeto de investimento.

Entre os produtos já desenvolvidos pela Critical TechWorks a partir do Porto destacam-se os sistemas para o novo veículo elétrico, que a BMW irá lançar em julho de 2021, e a nova aplicação móvel da BMW, que permite controlar remotamente algumas funções dos veículos da marca alemã. A aplicação foi lançada em julho de 2020 em alguns dos principais mercados da BMW, como a Alemanha, França e Holanda, e estará disponível em breve no nosso país.

Porto. Câmara Municipal
Copyright ©2020 Porto. Câmara Municipal
InvestPorto