Notícias

Hays
26 Novembro 2020
Empresas querem contratar em 2021 e trabalhadores admitem ter mais intenções de mudar de emprego

Embora a pandemia tenha resultado num aumento do desemprego em Portugal, um estudo conduzido pela empresa de recursos humanos Hays revelou que mais de metade das entidades empregadoras portuguesas pretende avançar com um reforço dos recursos humanos nas empresas em 2021. 

De acordo com o Guia do Mercado Laboral 2021, 75% de empregadores pretende contratar mais colaboradores para os setores comerciais, de tecnologias da informação, de engenharia e de marketing e comunicação. Na região Norte, 74% das empresas tem intenção de recrutamento para 2021, principalmente para as áreas de Engenharia (29%), Tecnologias da Informação (24%) e Comerciais (22%).

Entre os motivos mais referidos pelos empregadores para as contratações em 2021, destacam-se o crescimento do negócio em território nacional, mas também a recuperação do negócio no período pós-Covid-19.

Mais de metade dos empregadores (54%) acredita que a flexibilidade em modelos de trabalho remoto será fundamental para garantir a produtividade em 2021. No entanto, a aplicação desta forma de trabalho está pouco definida para cerca de metade das empresas inquiridas, sendo implementada consoante as necessidades.

Por outro lado, o estudo da Hays informa que a percentagem de profissionais que consideram mudar de emprego situa-se agora nos 79%, o valor mais alto desde 2014. O salário é o fator que mais motiva esta mudança (68% dos profissionais), logo seguido das perspetivas de progressão de carreira (67%) e a procura por projetos mais interessantes (60%).

Porto. Câmara Municipal
Copyright ©2021 Porto. Câmara Municipal
InvestPorto