Notícias

SWORD Health
05 Fevereiro 2021
Tecnológica que dá cartas nos EUA quer contratar mais 100 quadros no Porto

Se muitas empresas viram a procura diminuir com a pandemia da Covid-19, a SWORD Health não foi uma delas. Pelo contrário. Sujeitas ao confinamento, milhares de pessoas tiveram que recorrer a tratamentos de fisioterapia em formato digital, solução que a empresa portuense desenvolve desde 2015. O aumento da procura e um investimento substancial de 25 milhões de dólares (cerca de 20,6 milhões de euros) levam, agora, ao recrutamento de mais 100 pessoas para o escritório no Porto.

Nascida no Porto em 2015, a SWORD Health está a crescer cada vez mais no enorme mercado norte-americano - representa 190 mil milhões de dólares - por causa do sistema de fisioterapia digital que desenvolveu unindo as equipas clínicas à inteligência artificial. Muito por causa deste crescimento exponencial do outro lado do Atlântico, ao longo de 2021, vai integrar mais uma centena de reforços na equipa portuense nas áreas de tecnologia, produto e operações. É um quase duplicar do total atual de trabalhadores.

O ano de 2020 foi particularmente positivo para a empresa, que viu as receitas aumentarem em oito vezes e tratou cinco vezes mais pacientes, fechados em casa devido ao confinamento imposto pela pandemia e obrigados a continuar os tratamentos de fisioterapia à distância.

"Aumentámos drasticamente o leque de clientes e, consequentemente, a nossa receita. Fomos também escolhidos em 75% das avaliações em que participamos, por empresas que procuravam uma solução de tratamento de patologias musculoesqueléticas para os seus trabalhadores", assinala o fundador, Virgílio Bento, em comunicado citado pelo Dinheiro Vivo.

Este crescimento fez com que a tecnológica portuguesa recebesse, agora, um investimento de série B (a segunda fase no percurso de uma startup, com o objetivo de expandir o negócio, melhorar processos, recrutar talentos e apostar em novos mercados). Depois de duas injeções de oito e 17 milhões de dólares, em 2019 e 2020, respetivamente, a SWORD Health acumula perto de 50 milhões de dólares (mais de 40 milhões de euros) de investimento.

Com escritórios no Porto, Salt Lake City e Nova Iorque, a empresa de fisioterapia digital acredita que "o sistema nascido em Portugal regista resultados clínicos superiores aos de um fisioterapeuta humano" no tratamento de doenças musculoesqueléticas, particularmente incidentes em trabalhadores com más posturas. Estas doenças são consideradas a principal causa de incapacidade, estando diretamente relacionadas com outras condições de saúde, como a depressão e outras patologias crónicas.

Também no ano passado, a SWORD Health integrou a lista da Deloitte das "Technology Fast 500”, que destaca as empresas da região da Europa, Médio Oriente e África (EMEA) com crescimento mais rápido nos últimos quatro anos, e onde se incluíam outras oito empresas do Porto. O Scaleup Portugal distinguiu-a, ainda, como a melhor startup nacional.

A SWORD Health tinha sido um dos casos em destaque na Semana Start & Scale, em 2016, com a presença de Virgílio Bento numa sessão intitulada "ScaleUp Stories”, que contou com a intervenção do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira. A tecnológica tinha sido também incluída na primeira edição do Startup Guideelaborado pelo ScaleUp Porto.

Porto. Câmara Municipal
Copyright ©2021 Porto. Câmara Municipal
InvestPorto